1banner-site-rede-olabanner-rotativo-oceb-pode-te-ajudarocebseguro

VI Encontro Estadual de Mulheres Cooperativistas é realizado com sucesso em Conceição do Coité

dsc-0458-800x532

A cidade baiana de Conceição do Coité foi palco da sexta edição do Encontro Estadual de Mulheres Cooperativistas. O evento, realizado pela primeira vez no interior do Estado, ocorreu na última sexta-feira, dia 17 de março, atendendo à demanda da região e em conformidade com a política de regionalização e democratização do acesso aos eventos do Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo no Estado da Bahia (SESCOOP/BA) e em parceria com o Sindicato e Organização das Cooperativas do Estado da Bahia (OCEB).

Cerca 120 cooperadas, funcionárias de cooperativas e representantes de associações locais, participaram do evento que contou com a presença da Deputada Estadual e relatora da Lei de Apoio ao Cooperativismo do Estado da Bahia, Neusa Cadore; da Conselheira de Ética da OCEB, Sandra Mary Cohim; da Presidente do Sicoob Coopere e Conselheira de Administração do Sescoop/BA, Maria Vandalva Lima de Oliveira; da Coordenadora Executiva de Ações Temáticas da Secretaria Estadual de Políticas para Mulheres (SPM), Jucinalva Peruna; e da Técnica do Projeto Casa de Farinhas Móveis, Katia Aparecida Santos.

A Deputada Neusa Cadore afirmou que o cooperativismo é uma ferramenta de extrema importância para inclusão e o beneficiamento das mulheres na sociedade. “A OCEB e o Sescoop/BA fazem juntos um grande trabalho estratégico de transformação dessa realidade. Todo esse projeto de inclusão das mulheres nos anima muito. Quero parabenizar a todos por mais esse projeto, porque também aprendo bastante. É muito bonito vir aqui no semiárido e ver um grupo expressivo de mulheres engajadas e tendo a oportunidade de aprender e empreender”, disse.

Com uma programação diversificada e voltada para o universo feminino, o encontro proporcionou análises, debates e reflexões sobre os desafios enfrentados pelas mulheres frente à gestão de cooperativas e o seu papel no desenvolvimento do cooperativismo e do empreendedorismo.

Para a palestrante Cláudia Moura, que fez uma exposição sobre a liderança feminina no cenário cooperativista, as mulheres precisam perceber que estão fazendo a diferença no setor: “- O que a gente vê no cooperativismo é que a liderança feminina está em expansão. O problema é que tudo é muito intuitivo. Temos que fazer com que as mulheres entendam a relação entre o intuitivo e a prática. É importante que haja essa troca de experiências”.

Além das palestras, um outro momento se destacou no Encontro, promovendo a ampla participação e interação do público, a exibição do Painel ‘Mulheres que Transformam’ no qual foram compartilhadas histórias emocionantes das integrantes da Associação do Movimento de Mulheres Trabalhadoras Rurais e Agricultoras Familiares de Santa Luz e do Movimento de Mulheres Trabalhadoras de Quixabeira e da Associação de Mulheres Pintadenses. Os relatos demonstram a garra, força de trabalho e a capacidade transformadora da mulher empreendedora.

Pela primeira vez no evento, a funcionária da Cooperativa de Crédito de Livre Admissão de Associados do Sertão Baiano - Sicoob Sertão, Maria Solange Mascarenhas, afirmou que “o encontro é muito importante para despertar o autoconhecimento, pois anima e encoraja as mulheres a conquistar mais espaços no mercado de trabalho”.

A presidente da Cooperativa Educacional de Xingó - COOPEX, Arleide Gomes, também esteve pela primeira vez no evento e comentou que saber empreender é extremamente importante para o desenvolvimento das cooperativas. “Faço parte de uma cooperativa educacional que foi fundada há 21 anos e, no começo, não tínhamos absolutamente nada, nem patrimônio, nem dinheiro. Após muita luta, hoje estamos aqui. Acredito e brigo muito pelo cooperativismo. É a primeira vez que participo do encontro e estou realmente muito encantada e feliz de estar aqui! ”, informou Arleide.

Para a conselheira de Ética da OCEB, Sandra Mary Cohim, o encontro é importante para criar a consciência do papel da mulher no sucesso de suas cooperativas. “O evento é dirigido especificamente para mulher e isso ratifica o reconhecimento do Sistema OCEB na grande contribuição da figura feminina e na construção do cooperativismo em nosso Estado. Quero dizer que o evento foi de altíssimo nível e que as participantes elogiaram muito a iniciativa do Sistema OCEB”, ressaltou Sandra.

O encerramento foi embalado com as canções do palestrante Fabiano Brum, que estimulou as participantes a refletiram sobre suas competências, fazendo uma analogia entre temas musicais com o mundo dos negócios.

Desta forma, a sexta edição do Encontro Estadual de Mulheres Cooperativistas se realizou no intuito de valorizar a força da mulher cooperativista de diferentes regiões da Bahia.