banner-site-rede-olabanner-rotativo-oceb-pode-te-ajudarocebseguro

Sistema Cooperativista Baiano promove Encontro de Alinhamento Estratégico há oito anos

encontro-de-alinhamento-estrategico-2017-1-rev

Esse encontro tem se consolidado como um importante espaço de reflexão sobre o cooperativismo baiano

O Sistema Cooperativista Baiano reuniu sua estrutura de governança e lideranças cooperativistas nos dias 30 de novembro e 1º de dezembro para realizar a oitava edição do Encontro de Alinhamento Estratégico. O evento contou com a participação de representantes do Sistema OCB; do conselho diretor, fiscal e de ética da OCEB; dos conselhos administrativo e fiscal do SESCOOP/BA; presidente, superintendente, gerentes, empregados e consultores da OCEB e do SESCOOP/BA, bem como dirigentes de cooperativas baianas.

Esse encontro tem se consolidado como um importante espaço de reflexão sobre o cooperativismo da Bahia e tem contribuído para “termos um direcionamento para trabalharmos juntos e apontarmos aonde queremos chegar”, destacou o presidente do Sistema OCEB, Cergio Tecchio, na sua fala de boas vindas. Ele também fez uma convocação para que todos defendam a bandeira do cooperativismo legal e do orgulho de ser cooperativista por fazer a diferença na vida dos associados e suas famílias, e na sociedade baiana.

DEBATE

A temática “Relacionamento da cooperativa com o(a) associado(a)” foi o mote do debate entre os participantes a partir da palestra de Marcos Antônio Zordan, Diretor de Agropecuária da Aurora Alimentos, que apresentou o case de sucesso da Cooperativa Central Aurora e afirmou diversas vezes que “a força do cooperativismo é muito grande”. Ele fez um resgate histórico desde a fundação da cooperativa e a trajetória até os dias atuais, destacando aspectos relacionados à gestão, governança e também aos fatores de sucesso, tais como: valorização do trabalho dos produtores rurais cooperados, treinamento e capacitação do quadro social, fidelização dos associados e estímulo à participação desses nas suas cooperativas e o trabalho pautado na honestidade, simplicidade e integração.

Um dos aspectos que chamou a atenção do público foi o rol de programas que a Aurora Alimentos executa para promover “Educação, formação e informação”, “Intercooperação” e “Interesse pela comunidade”, os três últimos princípios do cooperativismo. Para Maria Vandalva Lima, presidente do Conselho de Administração do Sicoob Coopere e Conselheira do SESCOOP/BA, a estratégia de executar programas que impactam no relacionamento com os associados é muito positiva e, considerando a experiência das cooperativas baianas, os projetos do Dia de Cooperar, por exemplo, poderiam virar programas mais efetivos e contínuos voltados para os associados e a comunidade.

APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS

A programação do encontro também contemplou a apresentação dos resultados das ações realizadas pela OCEB e pelo SESCOOP/BA nesse ano e o que já está planejado para 2018, inclusive na área de comunicação. O SESCOOP/BA prevê a realização de mais de 350 ações para beneficiar 223 cooperativas espalhadas por diferentes municípios da Bahia e um público de mais de 7500 pessoas, dentre associados, funcionários e conselheiros das cooperativas baianas.

Esse momento de expor as ações realizadas também oportunizou a avaliação das cooperativas sobre a atuação do Sistema OCEB e o que pode melhorar a partir das suas experiências na gestão das cooperativas. O presidente da Cooperativa Educacional de Barreiras, Davi Schmidt, opinou sobre a necessidade de manter a realização de capacitações voltadas para contadores, advogados e conselheiros de administração e fiscal, pois ainda há um desconhecimento de muitos profissionais sobre as particularidades do cooperativismo e ao qualificá-los todas as cooperativas ganham.  

SOMOSCOOP

Na oportunidade, o superintendente do Sistema OCB, Renato Nobile, fez um apanhado das questões que foram pauta do ano para o cooperativismo brasileiro, destacando a atuação da OCB junto aos poderes executivo, legislativo e judiciário. Ele também fez o lançamento da campanha  SomosCoop e explicou a todos sobre o principal objetivo desse movimento de “conectar cooperativas, cooperados e integrantes do Sistema OCB em torno de uma única marca para tornar o cooperativismo conhecido e reconhecido na sociedade”. Ele aproveitou para ressaltar o quanto o Sistema OCEB tem amadurecido e promovido a qualificação dos seus funcionários e dos dirigentes, associados e empregados das cooperativas baianas.

O balanço positivo dos participantes ao final do Alinhamento Estratégico confirmou a relevância desse evento como um fórum para debater assuntos estratégicos e de interesse para o desenvolvimento do cooperativismo baiano. Todos saíram comprometidos em continuar o engajamento à causa cooperativista e conscientes dos desafios que ainda existem para tornar “o cooperativismo reconhecido pela sociedade por sua competitividade, integridade e capacidade de promover a felicidade dos cooperados”. 

Por ASCOM SESCOOP/BA

Confira algumas fotos: